Love gives everything graphic

Reflexão Solidária Internacional

SUSTENTABILIDADE

Fevereiro de 2021
(print text to pdf 47KB)

 

Introdução
Sustentabilidade significa viver de uma maneira na qual as futuras gerações tenham os mesmos recursos naturais para satisfazer suas necessidades como nós temos atualmente.

Chamado à Oração
Em sua carta à Igreja de Roma, Paulo escreve, “Desde o princípio até agora, toda a Criação, como sabemos, tem gemido em dores de parto.” (Romanos 8,22). A Criação não aconteceu toda de uma vez e não está caminhando para o Armagedom. A Criação é parte de um processo que ainda está acontecendo! A humanidade é parte da Criação do futuro de Deus. Qual é nosso papel nessa maravilhosa revelação?

Experiência

Os EUA são o segundo maior emissor de CO2 por causa do amplo uso de combustíveis fósseis. O país também é mal avaliado em relação a prática da agricultura sustentável. Os estados ao longo do Rio Mississippi estão usando uma monocultura que está esgotando o solo e enviando água turva para o Golfo do México, devido ao uso de produtos químicos, criando assim uma zona morta.

No entanto, é encorajador ver o crescente interesse pela agricultura orgânica e sustentável. Há também uma consciência crescente de que os produtos químicos para controle de ervas daninhas têm consequências de longo prazo, e muitos agricultores estão explorando outras alternativas, conforme a compreensão deles a respeito do ecossistema, cresce. Por exemplo, as Universidades de Minnesota e Wisconsin nos EUA, estão conduzindo uma pesquisa para incorporar às agriculturas familiares um wheatgrass 1, um tipo de grão alimentício chamado Kernza. Por ser perene, Kernza desenvolve um extenso sistema radicular que, em vez de esgotar o solo, na verdade o constrói e melhora a retenção de água. O aumento de matéria orgânica é um meio fenomenal de reter o carbono e é excelente para proteger poços de águas rasas da lixiviação de nitrogênio de terras cultivadas e excessivamente fertilizadas. Agora é possível comercializar o Kernza como uma cultura de rendimento economicamente competitiva com outros grãos, como o milho. Carmen Fernholz, irmã das IENS Kathleen e Annette, é uma das precursoras no cultivo desta espécie. Carmen está ativamente envolvida em reunir outros produtores em uma cooperativa para comercializar sua produção.

No outro lado do mundo, o Dicastério do Vaticano para a Promoção Integral do Desenvolvimento Humano, convidou para uma conferência global virtual: “imagine um mundo sustentável e inclusivo.”(Earthbeat),na Basílica de Assis, Itália, liderada por jovens. Os participantes foram incentivados a sonhar com um mundo melhor, em que uma economia verde usaria capital espiritual para criar empresas que forneçam empregos que atendam às necessidades dos pobres, ao mesmo tempo em que cuidam de nosso planeta. Os jovens são incentivados a se comprometerem em focar no que nos une, não no que nos divide. Que tal um Índice de Prosperidade das Crianças, que examinaria como a economia está servindo às famílias, especialmente os pobres?

O Centro de Resiliência em Estocolmo (“Ciência da Sustentabilidade para o Manejo da Biosfera”) comemorou recentemente o décimo aniversário de seu Gráfico de Limites Planetários, um gráfico que mostra o risco estimado para a Terra. Eles começaram a rastrear as mudanças climáticas de nove processos que regulam a estabilidade e a resiliência dos sistemas terrestres. O gráfico atraiu enorme interesse de pessoas em todo o globo, despertando para o impacto em nosso planeta sobre práticas como desmatamento, fluxos biogeoquímicos e diferentes métodos agrícolas, entre outros. (Stockholm Resilience Centre / Research / Planetary boundaries )

Também na Europa, uma Comissão da Euro 2015, mostrou como atingir vários benefícios para a saúde, a economia e o meio ambiente em geral, tudo a um custo menor, usando padrões a partir do mundo natural. Eles estão criando edifícios, veículos e outros projetos que podem tratar de forma mais sustentável, nossos desafios ambientais.

Reflexão

Vós Sois Enviadas afirma, “Nós consideramos tudo como um dom, e nós mesmas apenas como administradoras de tudo o que nos foi confiado.” (VSE C 16) O Diretório Geral nos lembra que, “Porque a terra e seus recursos são um dom de Deus para toda a humanidade, somos reverentes, justas e sóbrias no uso das coisas criadas, preocupadas com as necessidades das gerações presentes e futuras.” (DG 19a) Laudato Si’ descreve nossos atuais sistemas de destruição do meio ambiente e aponta soluções. (Laudato Si’ #20-42; #164-175). Como essas declarações ressoam dentro de mim? Em relação ao resto da criação, considero-me um mestre, livre para usar ou consumir o quanto quiser dos dons da Terra, ou como um administrador cuidando da Terra, ou quem sabe, um participante responsável pela Vida, tomando emprestado os tesouros da Terra enquanto os guarda para as gerações futuras?

Ação

A sustentabilidade exigirá o uso de apenas uma quantidade mínima de água para tomar banho, lavar nossas roupas e nossas casas e regar nossos jardins. Pode significar caminhar ou andar de bicicleta, ou usar o transporte público em vez de entrar no carro … ou no avião! Precisamos encorajar o desenvolvimento do transporte coletivo em lugares onde este não está facilmente disponível. Significa usar a tecnologia para nos encontrar virtualmente, como aprendemos a fazer recentemente. Provavelmente significa mudar nossa dieta, optando por comer menos carne vermelha. Significa educar a nós mesmas (e nossas famílias) sobre a urgência [do combate] à crise climática e o que podemos fazer para mitigar ou reverter o aquecimento global. Que tal apoiar hortas comunitárias? De que outras maneiras você pode viver de forma mais sustentável?

Oração de Encerramento
Santo e Sustentador Divino, criastes a Terra, o planeta mais criativo que conhecemos, para ser capaz de gerar vida. Situastes nosso belo mundo no local perfeito em nosso sistema solar; nosso universo está se expandindo exatamente na velocidade perfeita. Ficamos maravilhadas ao considerarmos o que significa ser pessoa humana e estar aqui neste momento em que as espécies estão desaparecendo em um ritmo nunca antes visto. Rezamos por sabedoria, para fazermos boas escolhas para que as futuras gerações tenham água limpa e ar puro em quantidade suficiente, e que suas lavouras e hortas continuem a fornecer produtos saudáveis e abundantes, a fim de que, todos possam aproveitar a vida como a desejastes. Nós nos inclinamos em adoração diante esplendor deste mundo maravilhoso. Assim Seja.

Preparado por Associada Judy Schindler e pela Irmã Paul-Mary Draxler (Província de Central Pacific- EUA), para o Escritório Internacional de Shalom, Roma, Itália

Print Friendly, PDF & Email